Os animais

Os animais
SOMOS AMIGOS DOS ANIMAIS

Direito dos animais

Escolhemos este tema porque preocupamo-nos com os animais. Os animais precisam de ajuda, um dono ,de carinho

Animal Querido

Animal Querido

segunda-feira, 4 de Abril de 2011

Caes



O cão (Canis lupus familiaris no Brasil também chamado de cachorro, é um mamífero canídeo e talvez o mais antigo animal domesticado pelo ser humano. Teorias postulam que surgiu do lobo cinzento no continente asiático há mais de 100 000 anos. Ao longo dos séculos, através da domesticação, o ser humano realizou uma seleção artificial dos cães por suas aptidões, características físicas ou tipos de comportamentos. O resultado foi uma grande diversidade de raças caninas, as quais variam em pelagem e tamanho dentro de suas próprias raças, atualmente classificadas em diferentes grupos ou categorias. As designações vira-lata (no Brasil) ou rafeiro (em Portugal) são dadas aos cães sem raça definida ou mestiços descendentes.
Com uma expectativa de vida que varia entre dez e vinte anos, o cão é um animal social que, na maioria das vezes, aceita o seu dono como o "chefe da matilha" e possui várias características que o tornam de grande utilidade para o homem. Possui excelente olfato e audição, é bom caçador e corredor vigoroso, relativamente dócil e leal, inteligente e com boa capacidade de aprendizagem. Deste modo, o cão pode ser adestrado para executar um grande número de tarefas úteis, como um cão de caça, de guarda ou pastor de rebanhos, por exemplo. Assim como o ser humano, também é vítima de doenças como o resfriado, a depressão e o mal de Alzheimer, bem como das características do envelhecimento, como problemas de visão e audição, artrite e mudanças de humor.
A afeição e a companhia deste animal são alguns dos motivos da famosa frase: "O cão é o melhor amigo do homem", já que não há registro de amizade tão forte e duradoura entre espécies distintas quanto a de humano e cão. Esta relação figura em filmes, livros e revistas, que citam, inclusive, diferentes relatos reais de diferentes épocas e em várias nações. Entre os cães mais famosos que viveram e marcaram sociedades estão Balto, Laika e Hachiko. Na mitologia, o Cérbero é dito um dos mais assustadores seres. No cinema, Lassie é um dos mais difundidos nomes e, na animação, Pluto, Snoopy e Scooby-Doo há décadas fazem parte da infância de várias gerações.

Gatos





O gato (Felis silvestris catus), também conhecido como gato caseiro, gato urbano ou gato doméstico, é um animal da família dos felídeos, muito popular como animal de estimação. Ocupando o topo da cadeia alimentar, é um predador natural de diversos animais, como roedores, pássaros, lagartixas e alguns insetos.
A primeira associação com os humanos da qual se tem notícia ocorreu há cerca de 9.500 anos, mas a domesticação dessa espécie oriunda do continente africano é muito mais antiga. Seu mais primitivo ancestral conhecido é o Miacis, mamífero que viveu há cerca de 40 milhões de anos, no final do período Paleoceno, e que possuía o hábito de caminhar sobre os galhos das árvores. A evolução do gato deu origem ao Dinictis, espécie que já apresentava a maior parte das características presentes nos felinos atuais.A sub-família Felinae, que agrupa os gatos domésticos, surgiu há cerca de 12 milhões de anos, expandindo-se a partir da África subsaariana até alcançar as terras do atual Egito.Existem cerca de 250 raças de gato-doméstico, cujo peso variável classifica a espécie como animal doméstico de pequeno a médio porte. Assim como cães com estas dimensões, vive entre quinze e vinte anos. De personalidade independente, tornou-se um animal de companhia em diversos lares ao redor do mundo, para pessoas dos mais variados estilos de vida. Na cultura humana, figura da mitologia às superstições, passando por personagens de desenhos animados, tiras de jornais, filmes e contos de fadas. Entre suas mais conhecidas representações, estão o gato Tom, Frajola, Gato Félix, Gato de Botas e Garfield.

golfinho




Os golfinhos ou delfins são animais cetáceos pertencentes à família Delphinidae. São perfeitamente adaptados para viver no ambiente aquático, sendo que existem 37 espécies conhecidas de golfinhos dentre os de água salgada e água doce. A espécie mais comum é a Delphinus delphis.
São nadadores privilegiados, às vezes, saltam até cinco metros acima da água, podem nadar a uma velocidade de até 40 km/h e mergulhar a grandes profundidades. Sua alimentação consiste basicamente de peixes e lulas. Podem viver de 25 a 30 anos e dão à luz um filhote de cada vez. Vivem em grupos, são animais sociáveis, tanto entre eles, como com outros animais e humanos.
Sua excelente inteligência é motivo de muitos estudos por parte dos cientistas. Em cativeiro é possível treiná-los para executarem grande variedade de tarefas, algumas de grande complexidade. São extremamente brincalhões, pois nenhum animal, exceto o homem, tem uma variedade tão grande de comportamentos que não estejam diretamente ligados às atividades biológicas básicas, como alimentação e reprodução. Possuem o extraordinário sentido de ecolocalização ou biossonar ou ainda orientação por ecos, que utilizam para nadar por entre obstáculos ou para caçar suas presas.

Panda





O panda-gigante (Ailuropoda melanoleuca) é um mamífero dotado de racionalidade da família dos ursídeos, endêmico da República Popular da China. O focinho curto lembrando um urso de pelúcia (peluche), a pelagem preta e branca característica e o jeito pacífico e bonachão o tornam um dos animais mais queridos pela humanidade. Extremamente dócil e tímido, dificilmente ataca o homem, a não ser quando extremamente irritado ou em estado de sonolência sonâmbula. Da xiong mao (大熊猫), o nome em chinês para o panda, significa grande urso-gato. Pode ser chamado também de huaxiong (urso de faixa), maoxiong (urso felino) ou xiongmao (gato ursino). Registros históricos de 3000 anos ("O Livro de História e o Livro de Canções", a coleção mais antiga da poesia chinesa), o mencionam sob o nome de pi e pixiu. O nome em latim Ailuropoda melanoleuca quer dizer pé de gato preto e branco. A palavra panda significa algo parecido com "comedor de bambu".

Macacos



Macaco é um termo de origem africana chamado CARILO (provavelmente do banto: makako) utilizado como designação comum a todas as espécies de símios ou primatas antropóides, aplicada no Brasil, restritivamente, aos cebídeos (ou macacos do Novo Mundo) em geral. No sentido estrito, macaco refere-se às espécies de primatas pertencentes ao género Macacam. A designação mico, também bastante usada no Brasil, costuma aplicar-se às espécies do gênero Cebus, no Sul, e às espécies de pequeno porte, ou saguis, no Norte.
A maioria dos macacos vive em países quentes, alimentando-se de frutas e de sementes. São geralmente animais sociáveis.
No sentido amplo, os chamados "grandes macacos" (bonobo, chimpanzé, gibão, gorila, orangotango) são atualmente os animais mais próximos do homem, pertencentes à família dos hominídeos.

ESQUILOS

                             Esquilos



Como todo bom roedor, ele possui uma dentição forte. Por isso, eles são muito conhecidos por gostarem de nozes e pinhões. Mas também comem insetos, diversas frutas e sementes.
Esse animal é tão inteligente que sabe guardar o próprio alimento por um longo período. Para garantir sua alimentação durante o inverno, ele colhe comida em abundância e guarda todo o mantimento em buracos de árvores.
Quando esta calor, ele dorme durante o dia e sai à noite e de madrugada para buscar comida. Pelo fato de ter os sentimentos muito ativos, o esquilo consegue prever as tempestades com até 12 horas de antecedência. Devido à mudança climática, ele fica tão inquieto que emite um assobio peculiar e se recolhe dentro de sua toca.
Ele pode ser encontrado em vários lugares do mundo, pois existem cerca de 50 espécies de esquilos, sendo que há centenas de subespécies, totalizando quase 300 tipos de esquilos diferentes. Além de serem conhecidos pelo rabo, esses bichinhos têm uma diferencial nas pata: são cinco dedos nas patas traseiras e quatro nas dianteiras.
Os esquilos mais conhecidos são o vermelho ou europeu e o cinzento ou americano.

Outros nomes para os esquilos:
No Brasil, os esquilos também conhecidos como caxinguelê, serelepe e quatipuru
Esquilo vermelho:
Como o próprio nome já diz, sua aparencia é avermelhada, mas pode mudar de cor quando há mudança de estação ou no tempo. Ele habita as florestas e, como é muito ágil, gosta de sair correndo e trepando nos galhos. Seu principal inimigo é a marta (um animal carnívoro), de quem foge subindo nas árvores.
O período de gestação é de quase sete semanas, e, de cada ninhada, podem nasceraté três crias. Os filhotes nascem pelados e sem enxergar, mas, a partir do nono dia de nascido, começam a abrir os olhos.
Esse animal também ficou conhecido como europeu, por ser bastante encontrado em toda a europa.

Esquilo acinzentado:
Também conhecido como americano, o esquilo acinzentado é maior que o esquilo vermelho. Como o nome indica, essa espécie tem cor cinza. Ele possui características similares às do esquilo vermelho.
Esquilo pode voar?


Sim! O esquilo-voador é um tipo que consegue planar no ar, de uma árvore para a outra. Quando ele estende suas patas, as dobras de pele formam asas. Existem mais de 36 espécies desse esquilo. Os gêneros americanos têm entre 20 e 30 cm de comprimento, incluindo a cauda. Sua pelagem é cinza ou vermelha acastanhada com branco. Os esquilos-voadores fazem ninhos em buracos de árvores.
Estes se diferem dos outros esquilos poque caçam durante o dia, já os voadores, à noite. Eles se alimentam de cogumelos, nozes, insetos, e aves jovens.
Lobo da Neve




Tal como este animal Lobo da Neve são animais grandes e fortes. Podem chegar a ter 3m de extensão. Com seu nome sugere, sua pele é quase sempre branca como a neve, alguns são levemente acinzentados. Sua expeça pelugem não apenas o protege do frio, como ajuda a aquecer quem estiver tocando ela. Possuem presas grandes e afiadas que são ótimas para dilacerar suas vítimas. Para aumentar ainda mais a letalidade da sua mordida, possuem a capacidade de expelir uma secreção salivar que esfria seus dentes de tal forma, que chegam a causar dano por congelamento.